Foi detido no Povoado Palmares, no município de Tailândia (PA), o assaltante de bancos grajauense, José Carlos Sales Rocha, mais conhecido por Hulk. A ação aconteceu após várias semanas de investigações da Superintendência de Investigações Criminais (Seic), em conjunto com o Departamento de Repressão ao Crime Organizado do Pará (DRCO).

José Carlos tem vários mandados de prisão pela participação nos roubos às agências bancárias das cidades de Esperantinópolis, em 2004; Porto Franco, em 2007, e São Domingos, em 2008. Ele responde ainda pelos crimes de formação de quadrilha e porte ilegal de armas e tem acusações de participação no assalto a um carro-forte em 2008, quando o veículo que transportava cerca de 1 milhão de reais passava entre Presidente Dutra e Barra do Corda.

O assaltante foi preso em companhia de mais nove bandidos, todos encapuzados e armados com três fuzis AK 47,1 Rougar, 1 AR 15,1 Mosquefal, seis pistolas e três carabinas calibre 12 mais uma quantia de mais de 2 milhões de reais.

Outros crimes

As investigações, além de apontarem o paradeiro de “Hulk”, afirmaram que ele possuía uma propriedade com 60 hectares e um sítio bem estruturado com trator, caminhão e vários equipamentos agrícolas, tudo adquirido com dinheiro dos constantes assaltos.

Além destes crimes, a polícia investiga a participação de “Hulk” no assalto ao Banco do Brasil da cidade de Nova Mutum (MT) em 2009 e o assalto à agência de Mirador (MA). O assaltante foi autuado e ficará detido aguardando a decisão da Justiça.

Grajauense

Em Grajaú, José Carlos, o Hulk, residia na Avenida Marly Sarney, próxima à casa do conhecido “Zé Buchudo”. O bandido tem oito mandados de prisão por assaltos a bancos do Maranhão, Pará, Tocantins e Goiás.

Antes de começar os assaltos, Hulk era lavrador e ganhava menos de um salário mínimo. Com a mudança de ofício ele levantou rapidamente um pequeno império com chácara, caminhões, trator, máquinas agrícolas e animais.

Somente no assalto ao carro forte entre Barra do Corda e Presidente Dutra, em 2008, foi levado 1 milhão de reais por Hulk, e Francisco Moraes, conhecido como “Batata”, que morava no povoado Remanso, e hoje está preso na Penitenciária de Pedrnhas.