Grajaú no momento possui um posto de atendimento do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) que fica no prédio da Associação Comercial e Industrial de Grajaú (ACIG), no Bairro Canoeiro, mas essa presença será ampliada o município que passará a ser atendido por uma agência da instituição em menos de 60 dias.

Um dos empecilhos para a presença do Sebrae, através de uma agência própria, era a falta da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (nº 184/2013), que só foi aprovada pela Câmara Municipal no dia 8 de maio e sancionada logo depois, no dia 14, pelo prefeito Júnior de Sousa Otsuka. A presente lei estabelece normas gerais conferindo tratamento diferenciado e favorecido aos microempreendedores individuais, às microempresas e empresas de pequeno porte.

Com essas regras em vigor, o Sebrae pode atuar e desenvolver trabalhos avançados para alavancar o desenvolvimento das micro e pequenas empresas em Grajaú. “O microempreendedor de Grajaú, hoje, está protegido por lei. Agora nosso trabalho é trazer a regional do Sebrae, conquista que já conseguimos junto ao secretário do Sebrae-MA, Dr. Claudio Azevedo. Já temos o prédio e agora vamos reformá-lo. A parte burocrática já foi toda resolvida”, disse Egon.

A regional do Sebrae irá atender nove municípios da região: Itaipava do Grajaú, Jenipapo dos Vieiras, Arame, Sítio Novo, Formosa da Serra Negra, Lageado Novo, Amarante e Fernando Falcão. “O Sebrae já é uma realidade em Grajaú. Os móveis já foram adquiridos, inclusive estão guardados em outro local porque o prédio não está pronto, mas, dentro de 15 dias estará concluído”, afirmou o secretário de indústria, comércio e turismo e presidente da ACIG.

Egon garante também que, nos próximos 60 dias, o Sebrae estará em pleno funcionamento. “Dentro de dois meses a regional de Grajaú estará funcionando com todo o empenho”, garantiu.

Para o gerente da regional do Sebrae em Grajaú, Marcos Luís Ferreira Chagas, a chegada da agência representa mais um impulso para o crescimento da região. “É uma necessidade muito grande dos empresários ter uma unidade do Sebrae em Grajaú que é um polo em pleno desenvolvimento. Essa agência vem premiar esse crescimento fazendo com que as micro e pequenas empresas se estabeleçam”.

Atuação da agência: dar continuidade aos trabalhos junto ao comércio varejista, cooperativas de crédito, indústrias do gesso e fazer com que a lei geral aconteça. Uma meta a atingir, além de fazer a lei geral funcionar, é atender às micro e pequenas empresas através do Sebrae itinerante pelas cidades que compõem a regional de Grajaú.