A crise no Planalto tem afetado diretamente a gestão do seu segundo mandato da presidente Dilma Rousseff. Pesquisas divulgadas na última semana apontam que apenas 7% dos brasileiros com direito a voto consideram o governo Dilma bom ou ótimo. Para reverter a situação, a presidente deverá visitar cinco estados do Nordeste até o fim de agosto: Maranhão, Piauí, Ceará, Pernambuco  e Bahia.

O objetivo é reconquistar o eleitorado que desde o governo Lula se manteve fiel ao PT, mas que vem dando sinais de insatisfação com a gestão Dilma. A estratégia teria sido discutida pela presidente em almoço com Lula, semana passada, no Palácio da Alvorada. Participaram do encontro Jaques Wagner (Defesa), Edinho Silva (Comunicação Social), Miguel Rossetto (Secretaria-Geral), Aloizio Mercadante e o presidente nacional do PT, Rui Falcão.

O ex-presidente propôs que Dilma viaje pelo país, acompanhada de seus ministros, para divulgar ações do governo, inaugurar obras e lançar programas. Luiz Inácio Lula da Silva também pretende percorrer a região, separadamente para proteger a presidente de um eventual processo de impeachment.

Foto: Fotos Públicas

Comentários

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.