O Portal em movimento

O Portal em movimento

Polícia Civil de Grajaú fala da operação no Povoado Alto do Coco e repudia Fake News

Em nota de esclarecimento publicada nesta quarta-feira (10/08), na Rede Social Instagram, a Polícia Civil de Grajaú explica como foi a operação conjunta com o Conselho Tutelar para cumprimento de Mandado de Prisão Preventiva, expedido pela Justiça de Grajaú – MA, na zona rural, próximo ao Povoado Alto do Coco, e repudia a divulgação de Fake News em grupos do whatsapp e blogs de Grajaú que denegriu a imagem e a reputação dos policiais civis Jorge Hilário e Ramon Davilon.


Leia na íntegra a Nota que circulou nos grupos de WhatsApp

A Polícia Civil de Grajaú vem, através desta nota, esclarecer sobre os fatos reproduzidos em grupos locais de internet com o objetivo de denegrir a imagem e a reputação dos colaboradores da instituição Jorge Hilário e Ramon Davilon.

DOS FATOS

Foi realizada na última quarta-feira, 04/08/21, por volta das 7h da manhã, operação conjunta com o Conselho Tutelar para cumprimento de Mandado de Prisão Preventiva, expedido pela Justiça de Grajaú – MA, na zona rural, próximo ao Povoado Alto do Coco, contra um homem que vinha abusando da sobrinha menor de 14 anos e a engravidara.

No local, uma residência simples, no meio da mata, foi encontrado um único habitante, o irmão do acusado. Na residência havia seis armas de fogo. O senhor foi conduzido para a Delegacia de Grajaú e autuado por posse ilegal de arma de fogo. Após pagamento de fiança, foi liberado.

Durante a procura pelo autor do estupro de vulnerável, contamos com o auxílio de um menor, sobrinho do acusado, de um conselheiro tutelar e de um morador do Povoado, para quem o acusado havia trabalhado no dia anterior. Fomos a dois endereços prováveis para encontrá-lo, porém sem êxito.

Ao nos prepararmos para o retorno à cidade de Grajaú, fomos questionados pela irmã do acusado sobre uma importância em dinheiro que teria supostamente sumido, que seria um dinheiro para efetuar o pagamento de trabalhadores, confirmado na presença do conselheiro tutelar e do morador que nos acompanhou.

Foi perguntado ao senhor que estava sendo conduzido para a Delegacia de Grajaú e morador do local (irmão da acusadora) quantos trabalhadores existiam lá. O mesmo informou ser ele, o único. Afirmou ainda desconhecer a existência dessa importância em sua residência e que a irmã e avó moram no Alto do Coco.

Diante da ausência de provas e do fato da moradora ter residência segura no Povoado Alto do Coco, foi registrado Boletim de Ocorrência de n° 158404/2021 pelo policial Ramon Davilon, e realizado o procedimento criminal em desfavor da senhora. Solicitamos ainda que apresentem provas e exame de corpo e de delito do “lavrador com a costela quebrada”, bem como do “menor de 13 anos”, conforme divulgado em grupos de whatsapp. (Vale lembrar que o Conselho Tutelar estava presente).

Em tempo, acrescentamos que a senhora que acusa os policiais de roubo, prestou depoimento na Delegacia de Grajaú na quarta-feira, 04/08/2021, e negou, na presença do seu advogado, que acusara os policiais.

Neste domingo, 08/08/21, de forma maldosa e sem consultar a outra parte, o Blog Maranhão, por meio do número de telefone (99) 98531-7422, enviou aos policiais (que deixaram os telefones de contato com a acusadora), ao Delegado local e ainda a diversos grupos, mensagem anônima atingindo de forma ampla e prazerosa a reputação dos policiais, todos probos e livres de processos em qualquer esfera da justiça.

Foram identificadas as pessoas que criaram o texto e as que difundiram as mensagens caluniosas nos grupos do aplicativo whatsapp, expondo os nomes e reputações dos funcionários públicos, Investigadores da Polícia Civil do Maranhão, Jorge Hilário e Ramon Davilon, implicando em crime de calúnia contra os funcionários públicos, em razão de suas funções, utilizando-se a rede social whatsapp para facilitar a divulgação da falsa imputação criminosa. Medidas judiciais estão sendo tomadas.

Desta forma, vimos repudiar e ratificar que são inverídicas as acusações difundidas em grupos locais com o incentivo de desafetos e com o intuito de atingir a reputação dos policiais, que estão em suas funções para servir a sociedade.


Veja publicação no instagram da Polícia Civil de Grajaú

LEIA TAMBÉM

Texto acusando polícias civis de Grajaú de agressão e furto no povoado Alto do Coco circula nos grupos do whatsapp

 

Nos siga no Google Notícias
Redação Grajaú de Fato
Redação Grajaú de Fatohttps://grajaudefato.com.br
O portal em movimento, é um jornal online sobre notícias do município de Grajaú e região.

Comentários

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

01:56:38

Em programa especial sobre os 211 anos de Grajaú, TV Sinteegra On-line desta economia do município

Na manhã sexta-feira (29/04), data comemorativa do Aniversário do Município de Grajaú, neste ano completando 211 anos de fundação,...
- PUBLICIDADE -