O Portal em movimento

O Portal em movimento

Governo revitaliza mais dois prédios do Centro Histórico por meio do Adote um Casarão

Como parte do programa Adote um Casarão, o secretário adjunto de Assuntos Metropolitanos da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Julio Pinheiro, representando o titular da pasta, Márcio Jerry, entregou, na tarde desta quarta-feira (12), mais dois prédios no Centro Histórico de São Luís aos adotantes que foram selecionados por meio de edital.

A ação do Governo do Estado, que integra o projeto Nosso Centro, tem a finalidade de promover o empreendedorismo e ocupar os imóveis públicos ociosos ou subocupados, de propriedade do Estado, com atividades que promovam o desenvolvimento sustentável da região central, aliado à preservação do patrimônio.

Julio Pinheiro destacou a importância da iniciativa do governador Flávio Dino em investir na formalização de parcerias com entes públicos, com a iniciativa privada e com a sociedade civil para dinamizar o Centro. “O programa Nosso Centro é um esforço necessário para dar novas atividades a casarões subutilizados da nossa cidade e, ao mesmo tempo, revitalizar uma vivência cultural de uma área que é Patrimônio Cultural da Humanidade”, ressaltou.

Localizado na Rua Henrique Leal, o casarão de número 156 foi entregue ao Projeto Cultural Caixa Preta, coordenado pela Kalu Produções Artísticas e Culturais. No local, o adotante planeja realizar ações socioeducativas e culturais e desenvolver um trabalho de extensão universitária.

O espaço será totalmente revitalizado para atender, inicialmente, 30 estudantes de áreas como Letras, História, Artes, Comunicação Social e Odontologia, que serão capacitados para atuar no projeto e, em seguida, produzirão oficinas estimulando a comunidade na busca de geração de renda e melhoria da qualidade de vida.

A previsão é de que as atividades do Caixa Preta contemplem, mensalmente, mais de 300 pessoas, entre crianças, adolescentes e idosos. O projeto, orçado em R$ 800 mil, vai gerar cerca de 20 empregos diretos, entre profissionais que vão desenvolver atividades de apoio gerencial, administrativo e educacional.

Para Ivan Madeira, o adotante e integrante do Grupo Catarina Mina e um dos idealizadores do projeto Caixa Preta, a proposta é transformar o casarão em um espaço cultural e envolver a comunidade em projetos sociais. “O projeto Nosso Centro veio para fortalecer e para reestruturar o Centro Histórico de São Luís, que durante anos ficou em abandono. Então, a iniciativa do governador Flávio Dino vai dar uma vida nova para as famílias que aqui residem e para as instituições instaladas no local, promovendo assim mais circulação de pessoas e mais investimentos para a região”.

Imóvel histórico de número 153, localizado em frente à Praça João Lisboa (Foto: Divulgação)

Já o imóvel histórico de número 153, localizado em frente à Praça João Lisboa, foi adotado pela empresa Casarão Grill. No local, de características do período neoclássico, será instalado um restaurante bistrô que servirá refeições tradicionalmente maranhenses.

Com o nome Motobar Bistrô & Café, o casarão vai oferecer também drinks, música ao vivo, cafeteria e vinhos. O projeto do empreendimento aprovado pelo Programa Adote um Casarão apresenta uma previsão de investimentos totais em torno de R$ 282 mil, com a geração de cerca de 30 novos empregos.

Segundo Walquiria Barbosa Silva, adotante do prédio, a iniciativa do Governo do Maranhão leva valor para uma área que precisa de um olhar especial. “Dar bom uso aos prédios que estavam esquecidos e desativados é uma proposta maravilhosa, que tenhamos, cada dia mais, projetos e iniciativas de valorização, de fomento à atratividade, ao comércio e às atividades culturais, como pilares para a sustentabilidade para essa região. Eu me sinto honrada em fazer parte desse movimento”, relatou.

Adote um Casarão

É um programa que faz parte de uma estratégia do Nosso Centro, do Governo do Estado, executado pela Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid). Tem a finalidade de fomentar o empreendedorismo e ocupar os imóveis públicos ociosos ou subocupados, de propriedade do estado, com atividades que promovam o desenvolvimento sustentável do Centro Histórico, aliado à preservação do patrimônio.

As adoções são feitas por meio de editais com a finalidade de identificar pessoas físicas ou jurídicas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos, que tenham interesse em recuperar e utilizar esses casarões para uso comercial e cultural por 10 anos, renováveis por mais cinco anos.

Nosso Centro

Maior pacote de obras e investimentos na região central de São Luís, o Programa Nosso Centro tem por objetivo tornar o Centro Histórico de São Luís referência em renovação e desenvolvimento sustentável, preservando seu valor histórico e cultural ao mesmo tempo em que promove o centro da cidade de São Luís como espaço democrático.

Fonte: Agência de Notícias do Maranhão

Nos siga no Google Notícias
Redação Grajaú de Fato
Redação Grajaú de Fatohttps://grajaudefato.com.br
O portal em movimento, é um jornal online sobre notícias do município de Grajaú e região.

Comentários

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

01:56:38

Em programa especial sobre os 211 anos de Grajaú, TV Sinteegra On-line desta economia do município

Na manhã sexta-feira (29/04), data comemorativa do Aniversário do Município de Grajaú, neste ano completando 211 anos de fundação,...
- PUBLICIDADE -