Terremoto de 8,3 graus atinge o Chile

Tremor sacudiu Santiago e foi sentido até em cidades brasileiras como São Paulo

0
529

Um forte terremoto atingiu o Chile na noite de quarta-feira (16). O tremor principal foi registrado às 19h54, pelo horário de Brasília, em um ponto da costa do Chile que fica a 54 km da cidade de Illapel e a 233 km de Santiago, a capital do país. Segundo o Centro de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos, o terremoto teve 8,4 graus e aconteceu a 25 km de profundidade.

Os prédios mais altos da capital foram evacuados, assim como o aeroporto, que fechou para pousos e decolagens. Houve ordem de evacuação nas cidades costeiras e alerta de tsunami para o Chile, o Peru e o Equador.

Pelo menos oito pessoas morreram, há um número ainda incerto de desaparecidos e dezenas ficaram feridas no terremoto. Mais de um milhão de pessoas tiveram que deixar suas casas.

A magnitude do tremor foi 8,3, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) —  o serviço sismológico chileno informou 8,4. As autoridades locais determinaram a evacuação das áreas litorâneas, enquanto imagens de televisão mostravam sirenes de alerta ativadas. O terremoto de 2010, que deixou centenas de mortos no Chile, teve magnitude 8,8.

O alerta vermelho que foi decretado pelo governo também foi reduzido pelas autoridades, se tornando um alerta amarelo – menos nas regiões do Atacama e de Coquimbo, no norte do país.

O Chile fica no chamado Círculo de Fogo do Pacífico, região que fica próximo da fronteira de placas tectônicas e que, por causa disso, é muito suscetível a terremos e erupções vulcânicas.

Em 2010, um terremoto de 8,8 graus na Escala Richter durou três minutos e centenas de pessoas morreram.

Efeitos no Brasil

O terremoto foi sentido com menor intensidade em algumas cidades brasileiras. A Defesa Civil de Santa Catarina confirmou à Agência EFE que o tremor chileno teve reflexo em São José, município da região metropolitana de Florianópolis.

Também foram reportados tremores em Fortaleza, Belém, Porto Alegre, além de outros municípios de Minas Gerais e do Maranhão.

Em São Paulo, o sismo foi sentido nos altos edifícios da avenida Paulista, na capital, e nas cidades de Campinas e Santos.

O Corpo de Bombeiros de São Paulo indicou que recebeu centenas de chamadas, especialmente da capital e dos municípios metropolitanos de Guarulhos e Osasco. Porém, em nenhuma delas foram reportados casos de pessoas feridas ou de danos nos imóveis.