Nas Câmaras Municipais, foram julgadas as contas irregulares de Amarildo Rodrigues Macedo Costa, de Campestre do Maranhão, com débitos de 2005

Em sessão plenária realizada ontem, 25, o Tribunal de Contas do estado do Maranhão (TCE) desaprovou as contas do gestor Antônio de Castro, de São Domingos do Maranhão, com débito e multas de 2005, no valor de R$ 260.231,00.

Nas Câmaras Municipais, foram julgadas as contas irregulares de Amarildo Rodrigues Macedo Costa, de Campestre do Maranhão, com débitos de 2005, no valor de R$ 15.522,00; Elesbão de Sousa Silva, de Santana do Maranhão, com débitos de 2005; Homero Henrique dos S. Serra, de Cajari, com débitos de 2005, com multa de R$ 15.703,00; e Paulo Ramos, da cidade de Guimarães, com dívida de R$ 35.000,00 e multas de R$3.522,00.