Jovem do Povoado Remanso morreu com suspeita de envenenamento no Parque Gauchão

Adoan foi encaminhado para Imperatriz, mais faleceu na madrugada desta terça-feira

0
1483
Adoan Galvão Castro de 16 anos (Foto: Arquivo da família)

Adoan Galvão Castro de 16 anos morreu na madrugada desta terça-feira (28), com suspeita de envenenamento e sintomas de meningite no Hospital Municipal de Imperatriz-MA após ser transferido do Hospital Geral de Grajaú (HGG) na tarde de segunda-feira. A informação foi dada pelo o empresário Pedro Gaúcho, proprietário do Parque Gauchão, onde o jovem trabalhava “Segundo exames realizados, foi diagnosticado pelos médicos, sintomas de envenenamento ou meningite. Estamos esperando o laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz-MA para saber as causas da morte do Adoan”, informou.

pedro-gaucho
Pedro Gaucho, proprietário do Parque Gauchão (Foto: Arquivo/GF)

Por volta das 13h de segunda-feira (27), Adoan foi encontrado agonizando por outros funcionários do Parque Gauchão que fica a 7 km de Grajaú, as margens da BR-226, sentido Barra do Corda-MA. Pedro Gaúcho lamentou a morte do jovem e disse que todas as providências por sua parte foram tomadas “Era um garoto muito trabalhador e empenhado, é lamentável o que aconteceu; eu e minha família estamos profundamente consternados com esta morte repentina”.

O empresário desmentiu o boato de ter se negado a comprar o caixão “As informações estão desencontradas, pois providenciamos tudo, e já está tudo pago. Nunca me recusaria a arcar com essas despesas do funeral, pois é mínimo que podemos fazer”, comentou.

Os pais e irmãos de Adoan estão em estado de choque. O corpo já foi liberado e está sendo velado em sua residência no Povoado Remanso, 22 km de Grajaú.

povoado-remanso
Praça Pública do Povoado Remanso (Foto: Francisco Matias/GF)

Vista aerea do Parque Gauchão (Foto: Fúlvio Costa/GF)

Vista aerea do Parque Gauchão (Foto: Fúlvio Costa/GF)