Postos de combustível de Goiânia recebem fiscalização nesta semana

0
749

De hoje (7) até a próxima quinta-feira (10) os postos de combustíveis de Goiânia que foram denunciados por consumidores devem ser fiscalizados para apuração de irregularidades. A ação, que conta com apoio do Procon Goiânia, Secretaria Municipal de Trânsito,Transporte e Mobilidade (SMT), Secretaria da Fazenda do Estado de Goiás (Sefaz), Delegacia do Consumidor (DECON) e Inmetro, iniciou às 14 horas e busca avaliar a existência de produtos vencidos, adulterados e também o aumento no preço dos combustíveis. A previsão é que até quatro postos sejam visitados diariamente.

Segundo o Procon, já no primeiro estabelecimento foram encontrados mais de sete litros de óleo e fluidos de freio vencidos desde 2010 que seriam vendidos ao consumidor. O uso destes produtos em veículos pode acarretar desde prejuízos financeiros até acidentes.

Além da documentação relativa aos produtos vencidos, a empresa tem até dias para apresentar notas fiscais e demonstrativos dos custos operacionais para justificar o ajuste dos preços.

A ação desta segunda-feira é focada nos postos localizados na região oeste e sul da capital. Endereços e nomes de estabelecimentos já visitados e que ainda devem fiscalizados não serão divulgados nesta etapa para que não haja possibilidade de alteração em provas.

O Procon informa que o consumidor terá conhecimento dos resultados ao final a partir de uma publicação do Inmetro que deve contar também com uma avaliação sobre irregularidades nos valores cobrados.

Denúncia

O consumidor pode denunciar problemas decorrentes de combustíveis adulterados na própria Agência de Nacional de Petróleo pelo telefone 0800 9700267. O Procon Goiânia, por sua vez, recebe denúncias de produtos adulterados, vencidos e trocas abusivas como preços, vendas casadas e demais ações que ferem o direito do consumidor. O contato pode ser realizado pelo site do órgão, redes sociais ou telefone 3524-2965.