O acesso a educação é imprescindível para o desenvolvimento justo de uma sociedade! Jovens e adultos grajauenses há anos sofrem com a falta de vagas e estruturas acessíveis para cursarem o Ensino Médio, que é ofertado apenas pelo Governo do Estado. Não é de hoje que faltam vagas e escolas mais próximas, dos bairros mais afastados da região central da cidade.

Alem da má distribuição e falta de vagas, nem todos tem meios de locomoção, o que dificulta o acesso a educação e aumenta a evasão escolar. Se quisermos que nossa sociedade tenha mudanças positivas e duradouras, temos que ampliar o acesso e melhorar a distribuição de vagas na educação pública. Pois boa parte dos jovens estão fora de qualquer sistema de ensino, e muitos dos adultos sequer chegaram ao Ensino Médio. Situação que se agrava principalmente nas periferias, zona rural, indígena e quilombola de nosso município, onde as dificuldades de estrutura e locomoção aumentam.

Na sede do município, os jovens dos bairros Vila Tucum, Quem Dera, Vilinha, Extrema, Juçara, Vila Esperança, Frei Alberto, dentre outros, são os mais prejudicados. Fazemos o chamamento de nossas autoridades constituídas, para que se unam em torno de uma solução.

Comentários

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.