O Portal em movimento

O Portal em movimento

Conheça as grajauenses que morreram e a que sobreviveu no trágico acidente em Teresina

Das três sobreviveu Luciléia de Jesus, conhecida em Grajaú por Lucinha

Das cinco pessoas que estavam no veículo Fiat Siena no trágico acidente na Av. Marechal Castelo Branco, Zona Norte de Teresina, próximo à Câmara Municipal de Vereadores por volta das 22h na quinta-feira (18), três eram grajauenses; Mônica Lucena, de 24 anos, Jaciana da Costa Santos, de 29 anos que morreram no local, e Luciléia de Jesus Ferreira da Silveira (conhecida por Lucinha), de 46 anos, que teve ferimentos graves e foi encaminhada pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Mônica Lucena

monica-lucena (6)

A grajauense Mônica Lucena é filha de João Paulo da Silva (o Paulinho do Sinetran) com Josilene Lucena, atual esposa do médico Dr. Paulo Facundo, que criou e educou a jovem que deixou uma filha de 3 anos, Valentina, o bem mais preciso que Deus lhe concedeu de presente. Em suas postagens nas redes sociais frases com essas “Abro mão do mundo pra segurar a tua! ❤ Sobre minha vista privilegiada hoje mais cedo ☺ 😌 #minhapinguinho”, escreveu Mônica na sua conta do instagram.

Mônica se preparava para comemorar a vitória de uma guerra segunda ela; a conclusão de anos de estudos e dedicação para tornar-se a profissional que sempre desejou ser no campo do direito. “Meus companheiros de guerra. Amo infinitamente ❤”, escreveu ao postar foto com colegas de turma. A grajauense estava vivenciando um momento novo em sua vida, Leandro Araújo de Wanderlândia-TO, o amigo e parceiro dos tão sonhados projetos de vida “Começando o ano ao lado dos meus amores. 💞 Deus sempre estará à frente de todos os nossos planos, amém!”, escreveu aos 2 de janeiro de 2016 por ocasião as festividades de ano novo. Leandro é odontologista, e trabalha na Clínica Central do Sorriso em Grajaú.

Jaciana da Costa

Dos seis filhos de Oziel da Silva Santos e Maria da Costa Santos (conhecida por dona Graça), Jaciana da Costa Santos, de 29 anos, é a filha caçula e a única mulher; casada com Fabiano Sousa, a grajauense deixou duas filhas de 11 e 14 anos de idade, e a saudade de uma grande família que a amava e a respeitava. “Não estou acreditando que isso aconteceu! Parece um sonho”, lamentou o pai. Oziel contou ao Jornal Grajaú de Fato que Jaciara era uma pessoa alegre e feliz, amiga e companheira de todos, tinha um zelo enorme por sua mãe e demais familiares.

Jaciana da Costa de 29 anos (Foto: Arquivo da Família)
Jaciana da Costa de 29 anos (Foto: Arquivo da Família)

Dona Graça foi operada de um câncer, e desde de 1994 usa a bolsa de colostomia, que ao logo dos anos vem se agravando seu estado de saúde; o marido disse que estes dias reuniu os filhos e conseguiram um dinheiro para enviar a esposa para um tratamento em Teresina-PI. “Ao ver o estado de saúde de minha mulher se agravando, até disse aos filhos ‘temos que nos preparar pois a qualquer hora sua mãe pode nos deixar’, e hoje ela que vem trazendo nossa filha morta para casa”, emocionou.

Jaciana acompanhava sua mãe no tratamento em Teresina, e retornava para Grajaú, pois trabalhava na casa do filho do Pedro Torres como doméstica, deixando sua mãe na pensão para conclusão dos exames e consultas. “O marido dela pediu para ela não viajar durante a noite, mais ela disse não ter problema, pois tinha encontrado uma mulher do Canoeiro (Lucinha) que iria no mesmo ônibus, essa foi a última vez que falamos com ela”, conta o pai.

Jaciana foi velada na casa de seus pais na Extrema (Foto: Francisco Matias/GF)
Jaciana foi velada na casa de seus pais na Extrema (Foto: Francisco Matias/GF)

A jovem grajauense que morava na Rua Bela Vista, bairro Vilinha, teve seu pescoço quebrado durante o acidente; seu corpo foi velado na casa de seus pais na Rua Dativo Lacerda, bairro Extrema.

Lucinha

Professora Lucinha com sua Amanda Silveira (Foto: Facebook/pessoal)
Professora Lucinha com sua Amanda Silveira (Foto: Facebook/pessoal)

Mãe dos jovens Jorge Adriano do Açougue ‘Super Carnes” e de Amanda Silveira, funcionária da Motoca Honda, a professora Luciléia de Jesus Ferreira da Silveira (conhecida por Lucinha), de 46 anos, foi uma das três pessoas que sobreviveram ao acidente; sendo levada para HUT com o estado mais grave; ela passou por cirurgias, nos rins e costelas na manhã da sexta-feira (19), seu quadro é estável.

A grajauense que reside na Rua Raimundo Morais, n° 127, Canoeiro, estava em Teresina para consultas de retorno de uma cirurgia na garganta. Na tarde deste sábado (20), ela recebeu vista de sua filha Amanda que pode constatar a recuperação da mãe; Lucinha deve permanecer internada durante uns 20 dias.

 

Nos siga no Google Notícias
Redação Grajaú de Fato
Redação Grajaú de Fatohttps://grajaudefato.com.br
O portal em movimento, é um jornal online sobre notícias do município de Grajaú e região.

Comentários

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

Pré-candidato a vice-governador pelo PT Felipe Camarão envia recado aos amigos de Grajaú

O grupo de apoiadores em Grajaú do pré-candidato a vice-governador do Maranhão na chapa de Carlos Brandão, recebeu nesta...
- PUBLICIDADE -