Uma operação tapa-buracos está sendo realizada na BR-226 entre Grajaú e Barra do Corda. Os trabalhos começaram no início da semana, a partir do povoado do Satuba, a 15 km de Barra do Corda. Segundo informações do Jornal Turma da Barra, esse trecho de 120 quilômetros, continua ruim, principalmente o que corta a reserva indígena, que são 23 quilômetros e entre o povoado de Santa Maria a Barra do Corda.

A reportagem do Grajaú de Fato passou nos últimos dias pela rodovia e constatou que entre Grajaú e Barra do Corda, o pior trecho está nos 22 km da Reserva Indígena Cana-Brava, no qual de ônibus se gasta até uma hora. Nos dois trechos citados, os motoristas devem ter bastante cuidado.

Governo começa a discutir situação

Na última quarta-feira (4) o governador Flávio Dino chamou o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), Gerardo de Freitas Fernandes, para discutir a situação das rodovias no Maranhão. Durante o encontro que aconteceu no Palácio dos Leões, Freitas expôs a situaçãodas rodovias que cortam o Maranhão. O governador afirmou que atuará junto ao governo federal para viabilizar projetos propostos pelo Dnit.

Flávio Dino observou que a gestão estadual está utilizando o diálogo para envolver todas as esferas do poder público no processo de mudança para que a melhoria das condições de vida no estado beneficie todos os maranhenses. Foram relacionados ainda, durante o encontro, pontos importantes que necessitam de apoio dos governos estadual e federal para serem executados.

Veja fotos