O carioca Marcelo Cláudio Bernardes, dono do Cartório 6º Ofício Extra-Judicial de Imperatriz, perdeu 10 membros da família soterrados na tragédia ocasionada pelas chuvas no Rio de Janeiro. Até agora, nove mortes foram confirmadas.

Abalado, Bernardes deu detalhes das mortes. Falou que está empenhado em encontrar o último corpo desaparecido – o de um bebê, sobrinho da esposa.
O cartorário perdeu a mulher, os três filhos, a mãe e irmãos na tragédia. A cunhada, o sogro, a filha da cunhada e a babá sobreviveram e estão no hospital. “Não tenho ideia de quando volto para imperatriz. Eu vou ficar aqui até achar o bebê. Só falta achar o bebê, filho da minha cunhada”.
Marcelo Cláudio é carioca. Assim como toda a família dele. Neste verão ele decidiu reunir os familiares em uma casa alugada, na região serrana de Itaipava, no Rio de Janeiro. A cidade é uma das mais atingidas pelas enxurradas – 39 pessoas morreram lá; 10 da família dele. O cartorário estava com viagem marcada para o Rio, quando se juntaria aos familiares.

Informações: O Progresso