Atendendo à solicitação do direito de resposta ao artigo “Roda de amigos ou AGL?”, de Thalles José Barreto, grajauense, poeta, escritor, estudante do 5° período de Serviço Social, Presidente do GAM (Grupo Amigos de Militão) e colunista deste site, a redação do Grajaú de Fato concede a Professora Cleiane Nascimento Chaves Barros, membro da cadeira nº 17 da Academia Grajauense de Letras, a publicação do artigo “Roda de amigos, sim. AGL, também”. Para Cleiane o artigo tem o objetivo de fazer algumas correções a equívocos e argumentações inexatas publicados neste site sobre a Academia Grajauense de Letras, instituição que ela faz parte. “Como tive meu nome citado em letras garrafais, senti-me na obrigação de esclarecer alguns pontos ao autor do artigo, meu amigo Thalles José Barreto – a quem continuo admirando”, diz a professora num trecho do artigo. “Solicitei aos responsáveis pelo Grajaú de Fato que publicassem minha resposta não nos comentários, pois é proporcional, apenas em tamanho, ao do colunista e poderia ser extremamente maçante ao leitor ficar usando a barra de rolagem para lê-lo, já que a fonte é menor que a do texto principal”, disse Chaves. “Agradeço sinceramente a oportunidade de fazer tais esclarecimentos e aplaudo Fúlvio e Matias pelo brilhante trabalho colocando-me à inteira disposição deles ou de qualquer outra pessoa que queira realmente debater sobre Grajaú e se engajar na ferrenha batalha contra a ignorância e a favor do conhecimento”, explicou. O site lembra, mais uma vez, que todos os artigos e opiniões publicados neste veículo de comunicação, são de inteira responsabilidade dos seus autores, cabendo ao Grajaú de fato apenas a divulgação dos mesmos.

Confira no site, clicando aqui o texto da professora Cleiane Chaves.