TCE aprova aposentadoria da primeira-dama de Goiás

0
701

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE-GO) aprovou na manhã desta terça-feira (15) a aposentadoria da primeira-dama Valéria Perillo. O pedido de aposentadoria é referente ao cargo de assistente legislativo da Assembleia Legislativa de Goiás, que possui salário bruto de R$ 15.206,43. O cargo era ocupado por ela desde 1986. A quantia de R$ 7.602,53 da Vantagem Pessoal Nominalmente Identificável (VPNI) também foi incluída no valor.

Na sessão, a procuradora de Contas Maísa Barbosa reafirmou a posição contrária ao pagamento do VPNI. Mesmo assim, os conselheiros aprovaram por unanimidade o pagamento do valor integral, seguindo o voto do relator Saulo Mesquita.

Durante entrevista coletiva, que também ocorreu nesta manhã, o governador Marconi Perillo (PSDB) afirmou que a aposentadoria da sua esposa é algo normal. “Ela trabalha há mais de 35 anos. Começou muito cedo a trabalhar, requereu o pedido de aposentadoria porque já tem idade e tempo de serviço”, afirmou. O governador também questionou o fato de outros profissionais, como juiz, promotor, delegado de polícia e promotor, não serem questionados sobre as suas aposentadorias.

Corte do áudio

Após a sessão, a procuradora Maísa Barbosa recebeu a informação de que o áudio de transmissão on-line havia sido cortado durante o seu posicionamento. Por conta disso, ela solicitou cópia integral dos arquivos de áudio da sessão e enviou um ofício à presidência do TCE solicitando esclarecimentos sobre o ocorrido.