Tesoureiro do banco do Brasil é sequestrado e família é feita refém no Maranhão

Vítima foi abordada quando chegava em casa na noite dessa quarta (14); Reféns foram libertados quase uma hora depois em Graça Aranha (MA)

0
1030

João Batista, tesoureiro da agência do Banco do Brasil, no município de Presidente Dutra, a 217 km de Grajaú, localizado na região centro-leste do Maranhão, foi sequestrado na noite dessa quarta-feira (14), e teve a família feita de refém, segundo informações do 18º Batalhão da Polícia Militar (BPM).

De acordo com informações da polícia, era por volta das 21h30, quando quatro homens abordaram o funcionário do banco no momento em que ele chegava em casa . Dentro da residência estavam a esposa e o filho da vítima, que foram levados para um cômodo.

Vizinhos viram a movimentação e acionaram a polícia. Um cerco chegou a ser formado pelo 18º BPM e equipes de reforço de cidades vizinhas, mas os suspeitos conseguiram fugir levando o tesoureiro e uma criança como reféns.

Fachada da agência do BB em Presidente Dutra (Foto: Reprodução)
Fachada da agência do BB em Presidente Dutra (Foto: Reprodução)

Sem sucesso na ação e nervosos com o cerco formado pela polícia para capturá-los, os criminosos libertaram os reféns por volta das 23h, no povoado Creoli da cidade de Graça Aranha (MA), a aproximadamente 36,4 km de distância de Presidente Dutra.

O carro em que estavam, uma caminhonete modelo SW4 de cor preta, apresentou problemas durante a fuga e foi abandonada pelos sequestradores, que fugiram pela mata.

Ninguém ficou ferido, nada foi levado da vítima e a polícia ainda está à procura dos suspeitos.