Foi no início de 2007 que a UMES se instalou definitivamente em seu prédio na Avenida Amaral Raposo, 107, bairro Rodoviário
  
Depois de quatro anos desativada, a União Municipal dos Estudantes Secundaristas de Grajaú (UMES), fundada pelo líder estudantil Waldemon Souza, volta a funcionar a todo o vapor na coordenadoria de uma equipe de jovens do bairro Expoagra. Grajaú de Fato entrevista Denis Amauri Macedo de Sousa, 20 anos, membro da atual diretoria da UMES e estudante do terceiro ano do magistério.

De acordo com Denis, a UMES de Grajaú estava “morta” sem ninguém para assumi-la e foi a partir de uma conversa com o professor Pedro Barros, diretor do Projeto de Magistério de Grajaú (MAGISTER) que surgiu a idéia de reativar a entidade. “Nós nos empenhamos bastante para reativar a UMES, principalmente porque somos do bairro Expoagra, discriminado pelo resto da cidade, para mostrar que somos capazes. Foi justamente por isso que adotamos como lema ‘Somos Gente’, para mudarmos a idéia que a população de nosso bairro não tem ideais”, revelou.

Para o jovem, um dos maiores desafios foi buscar credibilidade junto às pessoas, aos jovens, por ter a equipe de Waldemon falhado há quatro anos. Para implantarmos a nova gestão usamos quatro meses de intenso trabalho, estudo sobre a UMES, para enfim, começarem os trabalhos diretos de reativação.

Quando perguntado sobre quem ajudou financeiramente para a reativação da instituição, ele respondeu, “desde o início nos ajudou o professor Pedro Barros e tivemos também o apoio do poder público municipal, a quem agradecemos muito”.

A equipe é formada por Sérgio Oliveira Vieira, 19, presidente; Railton Bill de Sousa, 20, secretário de eventos; Claudiane Pereira Lima, 20, secretária de comunicação; Cléssio Torres, 20, secretário de esportes; Fabrício Maciel, secretário geral; José Cleiton da Silva Lima, assuntos familiares; e mais sete jovens que colaboram direta e indiretamente.

“A juventude ainda está um pouco adormecida, mas nós estamos conseguindo formar lideranças. Nosso trabalho é árduo e complexo, mas temos plena convicção que o primeiro passo já foi dado”, ponderou.

Foi no início de 2007 que a UMES se instalou definitivamente em seu prédio na Avenida Amaral Raposo, 107, bairro Rodoviário. De lá para cá a UMES já organizou inúmeros eventos em Grajaú e municípios, em nível estadual, e nacional. Até agora foram organizadas visitas em escolas com palestras, conseguiram uma vaga no Conselho estadual de Juventude do Maranhão (CEJOVEM), participaram do Fórum Estadual de Juventude (FEJMA), I Fórum Estudantil da Região de Alto Brasil, onde os estudantes daquela região elaboraram e encaminharam um relatório com dez propostas para o poder público municipal, entre eles, ampliação e desenvolvimento do laboratório de informática da Escola Frei Alberto Beretta, a construção de um complexo esportivo para a revitalização de práticas esportivas no povoado, e outras façanhas como, a I Conferência Municipal de Juventude, I Conferência Regional de Juventude com mais de 54 municípios presentes em Grajaú, foram levadas 36 pessoas de Grajaú para a Conferência Estadual da Juventude, participaram da Conferência Nacional de Juventude em Brasília e do Congresso da União Brasileira de Estudantes Secundaristas em São Paulo, entre outras.

Até agora a UMES de Grajaú está trabalhando na campanha para a formação de 20 grêmios, sendo que já existem seis formados, o que a coloca entre as entidades mais organizadas da categoria no estado do Maranhão. “Nós ficamos felizes porque os resultados positivos, além de tudo isso, já conseguimos aprovar um projeto de lei de abonos para os estudantes credenciados”, destacou.

Aos jovens que queiram ingressar na UMES, devem procurar a sede da entidade munido de documentos para fazer sua carteirinha estudantil que lhe garante pagar meia-tarifa em qualquer evento. A carteira chega num prazo de 30 dias úteis. No site de relacionamentos orkut, há a comunidade “UMES DE GRAJAÚ”, que os interessados também podem participar.

A atual diretoria tem mais um ano à frente dos trabalhos da UMES, quando uma nova diretoria será eleita pelos estudantes credenciados.