10 é a quantidade mínima de dias que os moradores da Rua Paulo Pereira Duarte, próxima à Unidade de Saúde do bairro Mangueira esperam pela coleta de lixo feita pela Gerência de Limpeza Pública da Prefeitura de Grajaú.

Além do lixo espalhado no meio da rua, o mau cheiro e a invasão de urubus é uma das maiores reclamações dos moradores.

Morador da rua, há um mês, Jarbas de Sousa, lamenta o descaso por parte da Prefeitura. “Os moradores desta rua não aguentam mais o tratamento dado pela administração municipal; não sabemos mais o que fazer; já reclamamos diversas vezes e eles só informam que o carro está quebrado. Mas quem vai solucionar o problema? Já falamos com o vereador do bairro, Reginaldo da Mangueira, mas ele também é só promessa; já pedimos socorro até para a família Bioca que faze parte do governo e mora aqui perto, mas até agora não temos solução; teremos que conviver com o mau cheiro e com os urubus até quando?”, desabafa.

Os esgotos a céu aberto são outro problema que aflige a comunidade. A situação já é de conhecimento da administração municipal e do vereador, que prometeram colocar um bueiro.

A reportagem do Jornal Grajaú de Fato tentou contato por telefone com o secretário de Infraestrutura, Soldado do Sindicato, para falar sobre o assunto, mas ele não atendeu as ligações. Segundo o calendário de coleta de lixo nos bairros divulgado por Soldado, a Rua Paulo Pereira Duarte deveria ter seu lixo recolhido nos dias de segunda, quarta e sexta-feiras.

Leia também: Soldado do Sindicato apresenta novo calendário da coleta de lixo nos bairros

Comentários

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.