Antônio Valmir Ferreira da Silva (Pequi), 31 anos, e José Maria da Graça Onça, 32 anos, foram assassinados na quinta-feira, 21, por volta das 23h, no bairro Aeroporto, em Grajaú, com tiros de pistola 380. Ainda não há informações do autor dos disparos. As vítimas foram alvejadas no mesmo local, próximo à Pousada Sertaneja, às margens da BR-226. Segundo levantamento preliminar da Polícia Militar, o crime pode ter acontecido por meio de acerto de contas de dívidas com drogas. José Maria era usuário, com várias passagens pela Polícia por furto. Pequi, por sua vez, estava sendo investigado por tráfico de entorpecentes. De acordo com apurações da Polícia, momentos antes do crime, Pequi estava vendendo crack para o mototaxista clandestino Abrão Costa Cirqueira, conhecido por Mosquito da Dengue, seu vizinho. Eles saíram juntos naquela noite. Estiveram no Bar do Netinho (Bairro Expoagra) na companhia de Zé Maria da Graça Onça e de Antenor (vigilante do Auto-Posto Gonzaga). Além deles, a Polícia quer saber quem era uma terceira pessoa que foi vista com eles numa motocicleta Pop, cor preta. O mototaxista clandestino conhecido como Jacinto também esteve com os dois mais cedo. Na foto, Zé Maria da Graça Onça