As instalações permanentes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFMA) de Barra do Corda foram entregues na manhã desta segunda-feira (9). O evento contou com a presença de diversas autoridades, entre elas o representante do Ministério da Educação e diretor de Desenvolvimento da Rede Federal de Ensino Técnico e Tecnológico, Oiti de Paula, que esteve no Maranhão especialmente para participar da inauguração do campus. Na ocasião, detalhou os avanços da educação no Brasil e falou sobre a importância do envolvimento de todos os setores, sobretudo o político, para que projetos como este surtam efeito.

“Sem a ação da prefeitura de Barra do Corda e das demais prefeituras regionais, este momento não seria possível. Logo, precisamos da efetiva parceria entre os governos federal, estadual e municipais para que tudo aconteça da forma que pensamos para a educação de nosso país. Os esforços do governo federal estarão voltados, a partir desta data, para a formação de qualidade dos profissionais da região, acompanhando a evolução da educação brasileira”, afirmou Oiti de Paula.

Maranhão deverá ter Instituto Estadual de Ciência e Tecnologia

O vice-governador Carlos Brandão, representando o governador Flávio Dino, disse que “essas ações são importantes para que possamos chegar juntos ao topo da qualidade da educação, de maneira integrada e inclusiva”.Outro ponto destacado pelo vice-governador foi a expansão da rede estadual de educação profissional, que deverá ocorrer de forma articulada com as unidades do IFMA. A proposta consiste em transformar a Universidade Virtual do Maranhão (Univima) no Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema).

“O Iema será, na realidade, o equivalente estadual do IFMA, assim como a Uema é o equivalente estadual da UFMA. Esta instituição será uma importante ferramenta para o Estado na execução do ensino profissionalizante”, declarou.



Solenidade
Durante a inauguração do campus, várias pessoas que contribuíram para o desenvolvimento da educação em Barra do Corda foram homenageadas com seus nomes atribuídos a laboratórios, setores de ensino, de administração e de gestão. Dentre os locais a biblioteca ‘Maranhão Sobrinho’, em homenagem ao maior poeta da cidade; e o laboratório de línguas ‘Nonato Silva’, que recebeu o nome do saudoso professor barra-cordense, falecido em novembro do ano passado. O prefeito de Grajaú, Júnior Otsuka também participou da solenidade.