De acordo com os primeiros informes da polícia, Fran Guedelha era suspeito de envolvimento com roubo de cargas

Ainda não há pistas dos criminosos que executaram os irmãos Fran e Elias Guedelha, proprietários da distribuidora de bebidas Dois Irmãos, no bairro canoeiro, assassinados em casa, no dia 17 de maio. Os assassinos estão sendo procurados pela polícia em Grajaú e no município de Davinópolis.

Um fato curioso despertou a polícia para desviar o foco das investigações. Foi encontrado na redidência de Fran, um colete a prova de balas de propriedade da polícia civil, o que leva a polícia a suspeitar da vítima que já foi alvo de outros atentados.

De acordo com os primeiros informes da polícia, Fran Guedelha era suspeito de envolvimento com roubo de cargas. As apurações da polícia tentarão descobrir quem forneceu o colete para Fran e qual o motivo, por empréstimo ou venda.