Na tarde desta quarta-feira, 6, aconteceu uma tragédia que chocou Grajaú. Um incêndio tomou conta de duas casas de tábua, na Vila Tucum, próxima ao bairro Canoeiro. Segundo testemunhas, o acidente foi ocasionado por chamas de um fogareiro de uma das casas que estava próximo a parede.

“Devido as tábuas das casas serem muito velhas, o fogo se espalhou rapidamente, não dando tempo de retirar nada”, afirma a aposentada, Maria, proprietária de uma das casas, que tentou salvar os documentos pessoais, sendo resgatada por vizinhos.

Na casa ao lado encontravam-se duas crianças, a menina Camila, 2 anos, que era deficiente e que morreu carbonizada (foto 02) e sua irmã Clara, 3 anos, (foto 01) que foi resgatada graças a uma ação rápida do policial militar, sargento Costa Ferreira.

As crianças estavam sozinhas na casa, deixadas pela mãe que se encontrava em outra casa da mesma rua pintando os cabelos.

A criança foi velada na casa dos avós, localizada na rua do Condomínio, mesmo bairro, há 200 metros das casas que pegaram fogo. A mãe da vítima é conhecida por Biga e o pai da criança trabalha numa D20 fazendo linha para a cidade do Arame.

A polícia ainda não sabe as verdadeiras causas do incêndio. Até agora as famílias prejudicadas pelo incêndio estão na casa de familiares. Agora resta à sociedade grajauense, juntamente com entidades e o governo local, assistir essas pessoas.Leia mais em: http://grajaudefato.com.br