Após denúncias de que acontecia um torneio de rinha de galos na Chácara São Jorge, Povoado São Raimundo na tarde do sábado (11/07), os agentes de segurança das polícias civil e militar, e da guarda municipal de Grajaú, diligenciaram ao local e constataram a veracidade dos fatos, realizando a detenção de 70 pessoas que participavam da rinha de galos, entre eles estavam os organizadores, criadores de animais, apostadores e espectadores, inclusive de outros municípios do Maranhão e estados brasileiros.

No local foram resgatadas e apreendidas 80 aves, muitas delas apresentando sinais de mutilação, além de diversos materiais como esporas, biqueiras de aço, jaulas e bolsas de transporte, seringas, serras, gaiolas, ringues e 15 veículos, além de outros objetos.
Todos os conduzidos e o material apreendido foram apresentados na Delegacia de Grajaú/MA, onde foi procedida a lavratura do procedimento policial cabível, sendo os envolvidos autuados pelo crime previsto no artigo 32 da Lei n. 9.605/98 (Leis de Crimes Ambientais). As aves apreendidas foram entregues aos cuidados da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Grajaú-MA.

Além de responderem pelos crimes previstos na legislação ambiental, em virtude da pandemia provocada pela COVID-19, os conduzidos também foram autuados pelo crime do artigo 268 do Código Penal, uma vez que descumpriram determinação do Poder Público destinada a impedir propagação de doença contagiosa, dada a aglomeração de pessoas no local.

Veja fotos