O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva recusou a pouco o convite para assumir o ministério no governo da presidente Dilma. Foram oferecidos a ele a Casa Civil, a Secretaria do Governo e o Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC). “Eu não vou ser ministro para não parecer que estou querendo obstruir a justiça”, disse o ex-presidente à cúpula do governo.

A recusa veio no mesmo dia em que Lula teve a prisão preventiva pedida pelo MP de São Paulo. Durante o almoço no Palácio da Alvorada na terça-feira o ex presidente já havia dito que se assumisse uma pasta iriam dizer que “eu estou querendo foro privilegiado, algo que não preciso pq sou inocente”, comentou o ex-presidente.