O Maranhão ultrapassou, em 2007, a meta de 2009 na elevação do Ideb, segundo os dados comprovados pelo MEC
  
O Ministério da Educação (MEC), divulgou nesta quarta-feira, 11, os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de todas as etapas entre os anos 2005 e 2007. Os dados apontam que os resultados cresceram após o lançamento do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE).

Segundo dados disponíveis no site do Ideb, os resultados previstos para 2009 foram alcançados este ano. “Na quarta série do ensino fundamental, a nota foi 4,2, prevista para ser alcançada somente em 2009 – a meta de 2007 era chegar a 3,9. Já na oitava série, a nota foi 3,8, que superou a previsão para 2009, de 3,7. No ensino médio, o Ideb alcançou 3,5, meta também prevista para o próximo ano”, diz os resultados.

O Maranhão ultrapassou, em 2007, a meta de 2009 na elevação do Ideb, segundo os dados comprovados pelo MEC conforme ficou comprovado na divulgação. Os números foram comunicados ao governador Jackson Lago. “É com imensa satisfação que recebemos esta informação do MEC, o que comprova que na área educacional o Maranhão vem crescendo não só em números, com a entrega de novas escolas e aumento do número de vagas, mas também evolui, significativamente, em qualidade”, afirmou Jackson.

De acordo com as informações, a região Nordeste superou as expectativas de 2009 nos três níveis da educação básica, com destaque para as séries iniciais. “A nota passou de 2,9 em 2005 para 3,5 em 2007, bem acima da meta, de 3,0. As demais regiões também apresentaram crescimento variável em cada etapa do ensino. No Sudeste, o Espírito Santo ultrapassou as metas de 2007 nas séries iniciais do ensino fundamental, com o índice de 4,6 (meta de 2009), e nas séries finais, com 4, também prevista para o próximo ano. No ensino médio, alcançou 3,6, um pouco abaixo da média esperada para 2007, de 3,8”.