O Portal em movimento

O Portal em movimento

Sistema de abastecimento precário do SAAE faz moradores furtarem água dos vizinhos nas madrugadas

Os moradores sem água acusam até funcionários do SAAE de furtarem água
Moradores do bairro Vila Esperança, setor Extrema, cobraram na manhã desta segunda-feira (20) ao Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Grajaú (SAAE) uma solução ao problema da falta d´água que vem afetando o bairro há mais de três meses.
Alguns moradores acusam outros de estarem colocando registros na rede de abastecimento, e desviando a água durante a madrugada. “Enquanto alguns têm água para lavar carro e molhar rua, outros andam sofrendo com balde na cabeça e empurrando carro de mão”, lamenta Santana Xavier Rodrigues de Sousa, moradora do bairro há cinco anos.
Santana espera uma solução, pois segundo comentário no bairro, a maioria dos registros é colocado por um funcionário do SAAE chamado Marcio, que trabalha como motorista. “Já estive no SAAE várias vezes, levei meus talões que custam 34 reais, e eles só dizem que o poço está seco; e como é que só vai água para um lado do bairro? Se o poço está seco não deveria ir água pra lugar nenhum; eu não pago mais enquanto não chegar água”, criticou.
O diretor do SAAE, Madson Viana, esteve no local juntamente com uma equipe da autarquia municipal para averiguar o problema. “Desde julho estamos fazendo todo o procedimento técnico, mas algumas pessoas estão fazendo uma espécie de represa na rede de abastecimento, com isso a parte baixa do bairro não recebe água”.
“Hoje vamos retirar todos os ‘gatos’ feitos na rede, realizar o procedimento correto que irá garantir água para toda comunidade da Vila Esperança, e vamos apurar as denúncias de que um funcionário do SAAE esteja colocando esses registros; se for constado ele será penalizado por sua conduta; iremos registrar um boletim de ocorrência, formalizar um documento ao Ministério Público e a Guarda Municipal para que sejam tomadas as providencias cabíveis”, ameaçou Viana.
Faltam Poços
O principal problema do Setor Extrema é a falta de poços, segundo Marcio Viana. “É preciso perfurar um novo poço próximo à Vila Esperança, pois temos dois poços na Extrema, mas na gestão passada, fizeram um procedimento incorreto quando perfuraram o poço próximo a outro existente, sendo que era preciso no mínimo 250 metros de distância um do outro”, criticou.
Foto: Perfuração do novo poço do poço do bairro Extrema em julho de 2011 pela empresa Solo Água. O diretor do SAAE na época em João Caetano também Secretário Chefe de Cabinete do prefeito Mercial Lima de Arruda.
O diretor disse ainda que um dos poços está com a vazão comprometida desde quando caiu uma bomba. “Conseguimos fazer o resgate da bomba que caiu, mas a vazão do poço que é de 600 mil litros está dando em torno de 30 mil. Uma solução que já estamos providenciando é a limpeza do poço para que o mesmo recupere a vazão”, afirmou.
Moradores prejudicados como o DJ Val, da Rádio Cidade, e o empresário Alemão, sogro do prefeito Capitão Otsuka esperam a solução do problema por parte do SAAE.
Nos siga no Google Notícias
Redação Grajaú de Fato
Redação Grajaú de Fatohttps://grajaudefato.com.br
O portal em movimento, é um jornal online sobre notícias do município de Grajaú e região.

Comentários

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

Sicoob Centroleste chega no centro da capital do Estado do Maranhão

Com a presença dos novos associados, membros dos conselhos de administração e fiscal, diretores da cooperativa, funcionários, entidades de...
- PUBLICIDADE -