Por Fúlvio Costa

No último dia 6 de agosto, o Governo Federal liberou para a administração municipal de Grajaú, por meio do Ministério das Cidades, o valor de 398 mil, 877 reais e 89 centavos, para a pavimentação de vias públicas e 455 mil, 794 reais e 27 centavos, para a pavimentação e drenagem superficial dos bairros Mangueira, Vila Viana, Vila Militar e a Rua do Matadouro.

Os valores são apenas uma parcela do total que o Ministério deve enviar ao município. Somando as duas quantias, Grajaú recebeu no início do mês a cifra de 854 mil, 672 reais e 16 centavos. Só o convênio para a pavimentação de vias públicas, segundo informações do Portal da Transparência, é de 1 milhão, 976 mil e 600 reais.

Já o valor total para o segundo convênio é de 624 mil, 975 reais. Somado, o recurso chega a 2 milhões, 601 mil e 575 reais.

O Portal da Transparência também revela os valores reais que a Prefeitura Municipal de Grajaú recebeu do Governo Federal para obras públicas de janeiro a abril de 2009, bem como a finalidade de cada convênio. No primeiro semestre foi liberado para o município valores que deveriam ter sido investidos na Construção da Praça Turística da Rodoviária, Ala 03. O dinheiro (195 mil reais) foi enviado no dia 13 de janeiro, pelo Ministério do Turismo. Para a construção de uma Unidade Básica de Saúde, o Ministério da Saúde liberou 66 mil, 666 reais e 67 centavos, no dia 30 do mesmo mês.

O Ministério da Educação, por sua vez, firmou convênio com a Prefeitura e destinou recurso para a implementação das ações educacionais constantes no plano de ações articuladas, para o âmbito do Plano de Metas – compromisso todos pela educação, do plano de desenvolvimento da educação (PDE), que visam proporcionar à sociedade grajauense a melhoria da infra-estrutura da rede física escolar com a construção de escolas. O recurso, no valor de 420 mil e 750 reais, foi liberado no dia 16 de março.

No dia 6 de abril, o Ministério das Cidades voltou a enviar recurso para a administração de Grajaú. Desta vez, foi para a urbanização de assentamentos precários de Grajaú, no bairro Aeroporto, no valor de 376 mil e 842 reais. O total desta obra, ou seja, o dinheiro que o Ministério deve enviar para concluí-la é de 4 milhões, 972 mil, 307 reais e 50 centavos. Ainda de acordo com o Portal da Transparência, o mesmo ministério enviou recursos de apoio à elaboração de planos habitacionais de interesse social e nacional; uma cifra de 46 mil e 912 reais.

Leia mais em nosso site: http://grajaudefato.com.br